Wednesday, April 19, 2006

ENTREVISTA

Vejam as questões que elaboramos para entrevistar nossas professoras. Qual a opinião de vocês?

  1. Nome, formação, quanto anos atua na docência.

  2. O que você entende por educação?

  3. O que você entende por tecnologia?

  4. Na escola existem discussões sobre educação e tecnologia?

  5. Em quais momentos de sua história profissional você teve oportunidade de discutir sobre as tecnologias na sociedade.

  6. Você percebe a tecnologia presente em sua sala de aula? Se sim, de qual maneira?

  7. Como você interpreta a discussão que os PCNs realizam sobre as novas tecnologias?

  8. O que você entende por educação tecnológica?

  9. Você considera importante a presença de uma educação tecnológica nas séries iniciais?

  10. Como você acha que a educação tecnológica poderia acontecer nas séries iniciais do ensino fundamental?

  11. No contexto atual qual seria o papel do educador das séries iniciais?

1 Comments:

At 5:46 PM, Blogger ECCT-VENTURA said...

Tenho algumas dúvidas quanto a perguntas do tipo "você entende". Estou aqui pensando em como podemos perguntar para obter respostas objetivas mais diretas. No momento não sei. mas acho que estas são as perguntas, digamos, primárias. Dependendo das respostas fazemos outras. Por exemplo, sobre a presença das tecnologias em classe, de repente perguntar se ele utiliza a televisão, as rádios educativas, a internet, o telefone, o retroprojetor, como ela explica o funcionamento desses objetos tecnológicos, etc. Outra pergunta secundária, poderia ser que tipo de educação é possível de se pensar nas séries iniciais para que os alunos aprendam a lidar com essas tecnologias. E se a professora as considera importante mesmo. Uma pergunta bem instigante, que poderia ser até instigante no sentido negativo, seria se a professora tem clareza que alunos de escolas de classe média mais alta que os alunos dela têm acesso e manipulam as tecnologias citadas e teriam, portando, mais facilidades na hora de ingressar o mercado de trabalho. E por aí vai. Quanto mais fundo forem, e quanto mais exemplos concretos usarem, melhor serão as respostas. E talvez não se precise de um número muito grande de entrevistadas para se ter boas respostas. Ok, mãos à obra. Paulo

 

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home